sábado, 1 de maio de 2010

Veterana

Aveiras de Cima



10 comentários:

Fatyly disse...

Olha tive uma igual...a famosa pasteleira será?

F Nando disse...

Fatyly quando as vejo há uma nostalgia com sabor de infância.
Bjs

Natália Augusto disse...

Que bela relíquia do século passado! Há tesouros nos aparecem sem estarmos à espera.

Bela foto!

Beijos

MZ disse...

Lá na minha aldeia ainda existem algumas assim e funcionam lindamente!

bjs

F Nando disse...

Natália a primeira vez que fui ao Arsenal do Alfeite fiquei surpreendido pois vi lá dezenas de "pasteleiras" que são usadas como meio de transporte dentro da base. Uma particularidade têm os guarda-lamas em amarelo
Bjs

F Nando disse...

MZ tal como já comentei à Natália ainda vamos encontrando umas quantas por essas aldeias fora.
É como os carros que fazem parte da nossa memória de infância, fico sempre contente quando vejo algum
Bjs

Ana disse...

São as melhores! Qual fibra de carbono ou que coisas tais!!
Estas mesmo! Quando caíamos caiam com todo o seu peso em cima de nós, esfolavam-nos os joelhos, a cabeça, os cotovelos, pois não havia as manias dos acessórios da moda (capacetes, joelheiras, etc...) e éramos bem felizes!
Bj

F Nando disse...

Ana é verdade e se avalaiarmos os padrões de agora somos uns heróis pois sobrevivemos a umas pedradas de umas pedras não certificadas umas esfoladelas curadas com agua não analisada, às torradas feitas nas torradeiras de amianto,etc,etc,etc...
Bjs

Manuela Santos disse...

Fotografia de recordações e quantas recordações não se tem a olhar para ela!
É das boas, sempre operacional, depois de alguma queda.
Um abraço,
Manuela

F Nando disse...

Manuela ao fazer esta foto pensei nos tempos de infância em Torres Vedras e onde o meio de transporte era precisamente a bicicleta
Bjs