quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Ideias

Esta tenho que agradecer ao Senhor Engenheiro pois sem ele esta foto não era possível.
A propósito ele já deixou de fumar?
Um cinzeiro assim fazia um vistão lá para as bandas de S. Bento!

7 comentários:

Lena disse...

Olha esse cinzeiro seria bom para minhas colegas fumadoras, que quando vão fumar frente a porta, por agora so conseguiram arranjar uma caixa de conserva para esse efeito..
é original...

um beijo

dina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
dina disse...

Também tive curiosidade e vim dar uma olhadela neste blog que também já visitou o meu.
Interessante! Também gostei do que vi, embora tenha um lema diferente do meu.
Quanto ao meu blog-espaço, quem vem por bem é sempre bem vindo.

Lena disse...

Voltei de novo, afim que participasses num pequeno pedido no meu blog, se quizeres claro...
obrigada

um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
hehehehehehehehe
,
abç,
,
*

gaivota disse...

coitado do lavatório de esmalte! uma peça lindíssima... assim em funções de cinzeiro...
será que (não) deixou!!!certamente!
beijinho

Anónimo disse...

O lavatório

No tempo dos avós, era providencial
Ter como lavatório, um utensílio igual.

Todos nele se lavavam, desde o rei ao sacristão
Começando pela cara, e acabando nas mãos.

Hoje é uma relíquia, no museu deve acabar
Mas o fim deste coitado, foi beatas apagar.

“Escrito com o coração”