terça-feira, 18 de novembro de 2008

Pôr do sol em Sagres


3 comentários:

beijaflor disse...

Olá Nando!
Fiquei boquiaberta!
Lindo de morrer!
Beijinhos do beijaflor.

Ana Camarra disse...

Aiii (suspiros)

Anónimo disse...

SOL CORAÇÃO DA TERRA

Nasce muito devagar
Para o mundo aquecer
És o maior expoente
Que o homem pode ter.

Representas a alegria
Com teus raios e brilhar
Pois dia que não há sol
O tristeza quer entrar.

Ao meio dia! Estás reluzente
Com todo o teu esplendor
Aquecendo toda a terra
Com carinho e amor.

Chega a tardinha
E vermelho vai ficar
Pois de tanto a aqueceres
Começas a transpirar.

Está na hora de deitar
Começas a espreguiçar
Pois amanha é outro dia
E tem de novo brilhar.

Escrito com o coração 18/11/2008
Autora: A própria
Todos os meus poemas são oferecidos a este blogue
São originais, e não plagiados